Redes Sociais

Milhares de peregrinos visitam a imagem de Nossa Senhora Aparecida

13 Outubro 2017 10:52:58

A chuva torrencial que caiu durante todo o dia, não afastou os devotos de Nossa Senhora Aparecida, que neste feriado do dia 12 de outubro peregrinaram até a comunidade de Urussanga Baixa, em Treze de Maio, para pedir e agradecer por graças por intercessão da santa.

REDAÇÃO FOLHA REGIONAL
22384040_1697437423639986_226425233214396980_o.jpg
Foto: Jorge Pereira/ Drone FR

Logo cedo, era possível avistar vários grupos que seguiam em caminhada até o alto do morro. Daniela Amaro, de Lauro Müller, foi com o filho de quatro anos e o esposo pagar uma promessa. “Eu tive toxoplasmose quando estava grávida, fiz uma promessa a Nossa Senhora Aparecida para trazer meu filho com vestes de anjo até os pés da imagem durante sete anos. Graças a Deus ele nasceu com plena saúde e hoje estamos aqui pelo quarto ano para agradecer a graça alcançada”.

Quem também peregrinou até Urussanga Baixa foi Maria Madalena Bitencourt Ferreira, que caminhou juntamente com um grupo de Jaguaruna, desde às 02h30 da manhã. “Pegamos chuva, trovoada, mas não desistimos. Nós temos muito a agradecer a Maria, sou uma grande devota. A gente sabe que não é ela que faz o milagre, mas é a nossa intercessora. Eu tenho muito a agradecer, principalmente este ano”.

Marciani Inácio Machado também foi até o alto do morro para agradecer por graças alcançadas. “Venho há três anos consecutivos a pé. Nossa Senhora pra mim e pra minha família é tudo, é a mãe de Jesus. Ela que trouxe ao mundo nosso salvador e não tem como não agradecermos a ela. Agradeço por tantas graças e pela intercessão dela na minha vida”.

No feriado dedicado à padroeira do Brasil, aproximadamente 60 mil pessoas vindas dos mais diversos municípios da região, passaram pelo local, numa demonstração de amor e fé à Nossa Senhora Aparecida.

Local de orações e peregrinação

Sonho, fé e união transformaram a pequena comunidade de São João de Urussanga Baixa, localizada em Treze de Maio, em um centro de orações e peregrinações de milhares de fiéis que visitam o ano inteiro a gruta de Nossa Senhora Aparecida.

Tudo começou em 1969 com a morte de Maria Cechinel Niero, devota da santa, que tinha um sonho de construir no terreno da família uma gruta de oração. No mesmo ano, a família de Maria, liderada pelo esposo Elias Niero, reuniu os netos e filhos e, com o auxílio do carro de tração animal, levaram as pedras até o alto do morro e, assim, construíram uma pequena gruta no local onde fica hoje a imagem.

Foi a partir daí que começou a peregrinação dos fiéis até o local. Segundo Eunice Mrotskoski Niero, o acesso até o alto, antigamente, era bem difícil e atraia muita gente na Sexta-feira Santa. “Desde a década de 70, muitos fiéis vinham fazer suas orações na grutinha, principalmente na Semana Santa. Por este motivo, a comunidade se uniu para construir a imagem com 13 metros de altura, do chão até a sua coroa”, salienta Nice, como é conhecida.

E foi através desta união da comunidade que foi dado início às obras em 1998. Várias pessoas fizeram contribuições espontâneas, doações e um bingo foram suficientes para conseguir concretizar a obra, que ficou pronta em nove meses, feita pelas mãos do escultor, Paulo Afonso, que mora em Pindotiba.

A festa de inauguração foi realizada no dia 12/10/1999 e, desde este dia, milhares de devotos vão até a gruta pagar promessas ou então pedir uma graça à padroeira do Brasil.

A comunidade está no caminho que liga o Centro de Treze de Maio com a cidade de Morro da Fumaça, pelo bairro Estação Cocal. Colaboração: Jaison Fontana

CLIQUE AQUI e confira nossa Galeria dde fotos

Imagens

22384040_1697437423639986_226425233214396980_o.jpg
















marcelo-site-ok.png
web-tv-ok-para-o-site.png

Rua Apóstolo João Evangelista, 211 – Loteamento Parque dos Pássaros – Riachinho- Jaguaruna – SC – CEP 88715-000 – (48) 3624-1489