Redes Sociais

Jaguaruna: Alunos e professores debatem sobre o respeito ao próximo

28 Novembro 2018 09:39:29

Alunos do 4º ano 02, sob orientação professor Luiz Vanderlei Gonçalves, da EBM Professora Dalcy Ávila de Souza, organizaram no dia 20 de novembro um debate sobre o respeito ao próximo e, sobretudo, respeito às diferenças étnicas, a data foi alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra.

COLABORAÇÃO: EBM PROFESSORA DALCY ÁVILA DE SOUZA
Foto: Divulgação/ EBM Dalcy Avila de Souza

Participaram do debate o presidente do Movimento Afro Mãe Olímpia, Ademir Anacleto, os professores Jadson, popular Dinho, Sirlene Eufrázio, Elis Regina, Anezia Bitencourt e a diretora da escola, Carla Constante. Os participantes responderam perguntas referentes a discriminação e ao preconceito que ainda existe na sociedade, expondo suas opiniões, e sendo unanimes em afirmar que ainda temos que caminhar e lutar muito para que todos os cidadãos brasileiros possam ser tratados com dignidade.  

A professora Sirlene Eufrazio fez uma reflexão sobre a importância de a pessoa aceitar a sua condição e caminhar em busca do seu espaço na sociedade. "Temos que nos amar e acreditar que somos capazes, para que as pessoas também possam acreditar em nosso talento. Tudo o que consegui foi com muita luta e certeza de que era capaz", refletiu.

Durante o debate ficou claro que esta batalha é para que todas as desigualdades sejam extintas, pois atualmente o preconceito atinge, além dos afrodescendentes, também as mulheres, pessoas com necessidades especiais, homossexuais e outras classes que são oprimidas. "Atualmente o preconceito atinge muitos segmentos de nossa sociedade. As pessoas têm que entender que nada justifica esta atitude. Nossos direitos e gostos devem ser respeitados. Projetos como este de debater com os alunos sobre o respeito ao próximo pode ser um bom caminho para mudarmos alguns paradigmas e voltarmos a acreditar na verdadeira essência humana", destacou a professora Anézia Bitencourt.

O professor Luiz, regente da turma que organizou os trabalhos em sala de aula, acredita que tudo transcorreu positivamente. "Foi um bom debate. Percebemos que os alunos estavam atentos e curiosos pelos temas discutidos. Sabemos que devemos cultivar o respeito ao próximo todos os dias, mas na correria do dia a dia acabamos nos esquecendo de debater algumas situações importantes e estas datas especiais nos remetem ao debate, por isso acho fundamental o dia da mulher, dia das pessoas com necessidades especiais e dia da consciência negra, para nos lembrarmos de que nem todos possuem o merecido respeito".

O presidente do Movimento Afro Mãe Olímpia afirmou que a luta ainda é muito grande. "Tudo o que conseguimos até hoje foi com muita luta, mas sabemos que ainda há muito a conquistar, depois de 130 anos do fim da escravidão no Brasil ainda podemos presenciar a triste realidade de desigualdade e discriminação. Mas não desanimo, ainda acredito em uma sociedade justa, com direitos iguais para todos", disse Ademir Anacleto.

A diretora da instituição de ensino defendeu a luta dos afrodescendentes e de todos que sofrem qualquer tipo de discriminação. "Nada justifica o preconceito, as pessoas têm que entender que somente unidas poderão tornar este mundo melhor de se viver. Todo dia é dia de todos. Todo dia é dia de saber respeitar as opções e o jeito de ser de cada um", finalizou Carla.



Imagens

















marcelo-site-ok.png
web-tv-ok-para-o-site.png

Rua Apóstolo João Evangelista, 211 – Loteamento Parque dos Pássaros – Riachinho- Jaguaruna – SC – CEP 88715-000 – (48) 3624-1489