Redes Sociais

Hospital de Jaguaruna: contratulização com o SUS vai possibilitar a realização de cirurgias

10 Agosto 2018 13:37:00

Desde junho de 2017, quando assumiu a direção do Hospital de Jaguaruna, o Grupo Ideas trabalha no intuito de recuperar a credibilidade, bem como implantar melhorias no atendimento.

REDAÇÃO FOLHA REGIONAL
Foto: Jorge Pereira/ FR

Numa ação conjunta com diversas entidades, grupo de voluntários e a comunidade em geral, a edificação do hospital passou por uma reforma interna significativa. De acordo com o diretor do HCJ, Luiz Tadeu Ouriques Branco, as reformas eram necessárias para melhorar a qualidade no atendimento. "A estrutura interna hoje, já é uma realidade bem diferente, ainda temos muito a fazer, mas houve um grande avanço", ressalta.  


Uma das metas do Grupo Ideas era a reabertura do centro cirúrgico, viabilizando a realização de cirurgias de pequenas e médias complexidades. Para tanto, necessitaria da contratualização com Sistema Único de Saúde (SUS). O feito precisaria de uma adequação e reformas significativas para conquista dos alvarás emitidos pela Vigilância Sanitária. O diretor ressalta que todos os alvarás exigidos foram concedidos. "Sem uma vistoria da vigilância sanitária e a conquista dos alvarás, não seria possível a realização da contratualização com o SUS, é um passo de cada vez", observa o Tadeu, que está na expectativa agora para colocar o centro cirúrgico em funcionamento. "Agora está tudo em dia, alvarás em mãos e a contratualização já aprovada e assinada, só estamos esperando a publicação no Diário Oficial do Estado, para finalmente pôr o centro cirúrgico em funcionamento", comemora.

Quadro de funcionários

Ao assumir a direção do hospital, o grupo Ideas ficou na responsabilidade de manter o quadro funcionários já existente por, no mínimo, seis meses. De acordo com o diretor, durante este período os colaboradores receberam constantes instruções para melhorias no atendimento. "A oportunidade foi proporcionada para todos, porém é necessário que todos entendam a responsabilidade que devemos ter, principalmente quando se trabalha com saúde", destaca. Tadeu explica que após o período acordado, alguns colaboradores foram dispensados, outros foram contratados, hoje a instituição conta com 44 servidores. Segundo o diretor, todas as prestações de contas do hospital, bem como os encargos sociais, são mantidas rigorosamente em dia. Até junho de 2017, grande parte dos encargos trabalhistas, referentes a direitos dos funcionários, não vinham sendo recolhidos há anos, principal motivo que deixou a instituição sem sua filantropia, sem a contratualização com o SUS e mergulhado nas dívidas.


Recursos

Para as melhorias no atendimento e as reformas internas até agora realizadas, foram necessários, além da participação de grupos de serviços, campanhas e a colaboração de voluntários, também investimentos por parte da prefeitura num montante de R$ 150 mil reais para a manutenção do plantão e outros serviços necessários. De acordo com o prefeito Edenilson Montini da Costa, a carga ficou pesada, mas foi necessária para que o hospital não fechasse as portas. "Nós não tínhamos mais como continuar como estava, até porque com a implantação da lei 13019, que impedia o repasse para entidades que não apresentasse negativas de todos os seus encargos sociais, estava ficando inviabilizado e fora da lei, hoje estamos vendo que os investimentos estão valendo a pena", comemora o prefeito.

Ainda segundo o prefeito, com a entidade em dia com suas prestações de contas, facilitou a contratualização com o SUS, bem como a vinda de outros recursos federais e estaduais para a instituição. "Os investimentos do município foram necessários, pois não podíamos deixar o hospital fechar as portas, hoje, com as portas abertas e aptos para receber recursos de emendas parlamentares, temos a perspectiva de aliviar mais esta pesada conta que estamos pagando", observa Edenilson, que frisa ainda a importância de continuar buscando o bom funcionamento do Hospital. "Toda a população precisa, especialmente os mais necessitados".


Jantar beneficente

A direção do hospital, juntamente com o grupo dos voluntários, estará promovendo um jantar show beneficente dia 24 de agosto, sexta-feira, com o cover do Grupo ABBA. Os resultados financeiros também estarão sendo destinados ao hospital, onde através de sugestões do grupo de voluntários, serão aplicados em melhorias nas estruturas da instituição.


Sobre o Grupo Ideas

O grupo Ideas é uma instituição sem fins lucrativos. Hoje, a entidade, especializada em gestão hospitalar, administra vários hospitais em santa Catarina, se tornando uma referência em saúde. Busca alinhar sua atuação com a legislação e em consonância com as orientações dos Conselhos Regionais e Federal de Medicina. No site ideas.med.br, você encontra todas as informações sobre o instituto e todas as entidades de saúde com gerenciamento sobre a sua responsabilidade.




















marcelo-site-ok.png
web-tv-ok-para-o-site.png

Rua Apóstolo João Evangelista, 211 – Loteamento Parque dos Pássaros – Riachinho- Jaguaruna – SC – CEP 88715-000 – (48) 3624-1489