Redes Sociais

Um homem apaixonado por sua terra

02 Dezembro 2011 13:34:00

Diz uma velha máxima que um homem só se realiza quando tem um filho, planta uma árvore e escreve um livro. O sul-colense, Hylário Ernesto De Fáveri, pode se dizer, que é um homem realizado, pois teve três filhos, plantou centenas de árvores e também escreveu um livro.

Hilario

Aliás, o livro, escrito em parceria com o advogado João Carlos de Pellegrin de Souza, é o mais importante e completo documento da história do município.

Aos 69 anos, Hylário se define como um apaixonado pelo município que ajudou a emancipar. Ele conhece como poucos, a história e a cultura local e por isso, se sente muito a vontade de analisar a trajetória do município que acabou de completar 20 anos. Quando presidiu a comissão de emancipacionista em 1990, Hylário acreditava no sonho de poder transformar sua comunidade, que pertencia ao município de Urussanga. O sonho se realizou um ano depois, com o plebiscito vitorioso pró-emancipação.  “A emancipação de Cocal do Sul trouxe uma série de melhorias e conquistas para nossa população”, ressaltou.
Duas décadas depois da emancipação, Hylário continua com a mesma fé e esperança no crescimento de Cocal do Sul, mas ele aponta alguns equívocos, que se não impediram, atrapalharam o desenvolvimento local. Um dos principais entraves foram as cassações dos mandatos de dois prefeitos. Tais fatos, segundo ele, repercutiram negativamente na região, gerando sérias desconfianças com relação à idoneidade dos políticos locais. Outro fato que marca negativamente o município é o total descaso com a cultura. “Nossos governantes ainda não se deram conta de que fortalecer a cultura local é fundamental para o desenvolvimento de Cocal do Sul. Nós temos uma linda história que deve ser preservada. Nós fomos colonizados por italianos, russos e poloneses, mas os vestígios dessa história estão desaparecendo com a destruição das edificações mais antigas e com a falta de incentivo aos trabalhos de resgates históricos e culturais”, afirmou.
Mesmo com tais equívocos, Hylário afirma que é possível devolver a esperança aos sul-cocalenses. “Nós vivemos uma crise política e precisamos mudar isso. A união de lideranças com desinteresse pessoal é capaz de fazer as coisas tomarem o rumo certo. Daí, nós teremos mais indústrias, mais empregos e mais desenvolvimento. Mas, enquanto nossa classe política pensar só nas vantagens pessoais, a situação só tende a piorar.
Para o futuro, Hylário aponta algumas ações importantes para “recuperar” o tempo perdido.
A construção de um anel viário para desafogar o trânsito pesado do centro da cidade; a construção de um canal auxiliar no rio Tigre para evitar enchentes no pátio da Cerâmica Eliane e comunidades próximas; o apoio mais efetivo a indústria local e a construção de um centro de eventos.

Algumas das principais atividades
Hylário de Fávery nasceu em Cocal do Sul, em 13 de janeiro de 1943. Filho de Victório de Fáveri e Salute Possamai de Fáveri. Casado com Terezinha Possamai de Fáveri, tem três filhos. Ele iniciou a vida profissional ainda garoto, ajudando o pai na lavoura. Com 16 anos, começou como servente de pedreiro, tornando-se mais tarde pedreiro profissional. Aos 18 anos foi servir ao Exército, sentando praça no 1º Batalhão de Guardas do Rio de Janeiro. Ao retornar à vida civil, foi nomeado exator estadual, função que desempenhou até a sua aposentadoria, em 1986.
Com uma vida social ativa, Hylário De Fáveri participou de diversas associações, clubes, entidades e comissões. Em 1961 foi sócio fundador do Cocal Esporte Clube. Também foi membro fundador da Cooperativa Mista de Cocal do Sul, onde atuou por muitas vezes como conselheiro administrativo e fiscal.
Na vida política elegeu-se em dois mandatos como vereador no município de Urussanga pelos extintos partidos políticos Arena e PDS. Sua atuação destacada na política lhe rendeu a presidência da Câmara de Municipal de Urussanga.
Em 1990 presidiu a Comissão Emancipacionista de Cocal do Sul. Seu trabalho, juntamente com os demais membros da comissão, resultou numa vitória esmagadora no plebiscito que elevou Cocal a qualidade de município.

Em 2006, lançou o livro “Cocal do Sul, um Mergulho em Sua História, em parceria com João Carlos de Pellegrin de Souza. A obra foi resultado de mais de 15 anos de pesquisas.
Em 1992, disputou as eleições municipais de Cocal do Sul como vice-prefeito. Atualmente é membro do Conselho Regional de Desenvolvimento Econômico da Amrec.
Como retribuição ao esforço e a dedicação em tudo que realizou, Hylário recebeu diversos títulos, entre eles, o de Cidadão Benemérito de Cocal do Sul.

 

Imagens

















marcelo-site-ok.png
web-tv-ok-para-o-site.png

Rua Apóstolo João Evangelista, 211 – Loteamento Parque dos Pássaros – Riachinho- Jaguaruna – SC – CEP 88715-000 – (48) 3624-1489